Translate

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

OBSTINAÇÃO



OBSTINAÇÃO
***(Ducarmo de Assis)
Se no silencio do meu quarto estou a tua espera
E uma lágrima molar meu rosto
Retoco a maquiagem pra que tu não percebas
O meu rosto molhado
E a tristeza estampada pelo tempo
Que insistentemente fico a te esperar
E o tempo passa olho às horas são infinitas
E mais uma vez adormeço
Tendo a face molhada e meu coração maltratado,
E o dia já vem chegando
E o sol se aproximando
E mais uma vez na imensidão da noite
Eu fiquei te esperando

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Migalhas



MIGALHAS

Não quero estas migalhas
De amor que tem pra mim
Este amor e como areia
O vento que balanceia
Leva pra longe de mim
E agora este amor
Estar feito pedregulhos
Esmigalhando no peito
Com a saudade sem fim.

**(Ducarmo de Assis)

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

DESCULPA! AMOR



DESCULPA! AMOR 05/11/o9
Se meu coração não entendeu
Desta grande amizade que criamos
Dos poemas lindo que me manda
Meu coração acabou se apaixonando

Desculpa! Amor
Eu tentei me explicar
Tentei não me apaixonar
Mas você arrebentou
As grades do meu coração
Com poemas de amor

Desculpa! Amor
Este coração inconsciente
Talvez por ele esta carente
Cria historia pra depois ter que sofrer
Desculpa meu amor!
Amo você.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

PESADELO DO AMOR



PESADELO DO AMOR
**(Ducarmo de Assis)
Ontem sonhei contigo
Não me condenes, pois achei ser pesadelo
Estava você se afastando
E meu coração? ah! Meu coração
Invadido pela dor do abandono
Ate tentei te prender te dominar
Mas sem forças! não podia
E quando eu acordei
Percebi naquele instante
Não foi sonho foi real
A minha mente sabia
E estando na minha mente gravado
O fantasma deste amor
Como é que eu poderia
Sonhar sonhos de alegria

terça-feira, 13 de outubro de 2009



DISFARCE 13/10/2009
(Ducarmo de Assis)
Quando eu aqui chegar
E não quiser me encontrar!
Disfarce
Quando eu tiver pertinho
E querendo teus carinhos
Se afaste
Quando eu estiver triste
Esperando teu sorriso
Disfarce
E quando a minha boca
Procurar um beijo teu
Subitamente sem demora
Disfarce e vá embora.
Se afaste pra nunca mais
Meu coração se iludir
E meu corpo despertar
De desejos alucinados
Se afaste... Se afaste pra não voltar...
E quando em teu pensamento
A minha imagem surgir
Lembre-se que foi um anjo
Avisar neste momento
Que nunca me esqueci de ti

quarta-feira, 23 de setembro de 2009



NOTÁVEIS LEMBRANÇAS
(Ducarmo de Assis)
Ontem eu sonhei contigo
E a saudade me pegou
Mandei o vento ligeiro
Levar-te beijos de amor

Sinto falta de você
Vivo sempre a te esperar
O meu corpo pede o teu
Sempre querendo te amar.

Um pássaro voa ao longe
Meu pensamento também
Buscando no infinito
Onde esta quem quero bem.

Quem não chorou de saudade
De alguém muito distante
Mas o tempo sempre traz
Deste alguém belas lembranças

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

RECORDAÇÕES



RECORDAÇÕES
***(Ducarmo de Assis)
Tenho em meu pensamento
Recordações infinitas
Onde um dia te encontrei
Trazendo-me alegria
Que jamais esquecerei
*
Um dia você partiu
Da nossa amizade esqueceu
Quem sabe o vento te traga
Lembranças que não se apagam
*
Este caminho intenso
Traz grandes recordações
O coração esperando
Mostrando as alegrias
Estampadas nas feições
*
Este brilho refletido
Trazia-me o teu olhar
Agora esta distancia
Nem tenho mais esperança
De ver este brilho intenso
Estampado em teu olhar

segunda-feira, 8 de junho de 2009

SEM AVISO PRÉVIO


SEM AVISO PRÉVIO
Ducarmo de Assis
No inicio foi incerto confuso
Não imaginava o quanto seria o impacto da minha dor,
Com sua partida.
Nossas almas estão ligadas e uma despedida agora poderá fragmentar-las
É difícil dizer adeus enquanto minha vontade é ficar e te esperar.
Um grande vazio se instalou dentro de mim...
Não quero este adeus que me invade a alma.
Foi um momento importuno e ágora!
Peço-te que atenue a minha falta.
É tua culpa!
Inteiramente tua culpa que me fizer-te amá-lo tanto assim
E agora! se despedi sem aviso prévio?
Volta! Volta para mim.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

UMA LINDA AMIZADE


UMA LINDA AMIZADE.

Desta linda amizade Não suporto a ausência
Pois mal! Eu me acordo
O seu nome e sua imagem
Já me vem no pensamento.
Tento me afastar!
E de você não lembrar
Mais quanto mais me afasto
Do pensamento não sai
E a saudade doendo
Eu volto logo correndo
Tentando te encontrar E a saudade matar.
Trago-te flores do campo
Para agradar você Todo dia quero esta
Bem juntinho de você
Não quero mais me afastar
Esta amizade linda
Sempre vai continuar
E se sentires saudades
Não deixe ela aumentar.

Ducarmo de assis

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

O MAR! BEIJA A AREIA



O MAR! BEIJA A AREIA
***Ducarmo de Assis
Nas noites de lua cheia
Sem sua companhia vaguei
Este ser apaixonado
Quer ficar só do seu lado
É um amor puro sim
Que bate no velho peito
Incendiando em mim....
Vaguei como uma folha
Que da arvore vai caindo
Voando através do vento
Levando meu sentimento
Mesmo que em pensamento
Olhando a lua cheia
Beijo tua boca linda
Como o mar beija a areia

ARQUIVO