Translate

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Migalhas



MIGALHAS

Não quero estas migalhas
De amor que tem pra mim
Este amor e como areia
O vento que balanceia
Leva pra longe de mim
E agora este amor
Estar feito pedregulhos
Esmigalhando no peito
Com a saudade sem fim.

**(Ducarmo de Assis)

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

DESPEÇO-ME

POEMA

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

DESCULPA! AMOR



DESCULPA! AMOR 05/11/o9
Se meu coração não entendeu
Desta grande amizade que criamos
Dos poemas lindo que me manda
Meu coração acabou se apaixonando

Desculpa! Amor
Eu tentei me explicar
Tentei não me apaixonar
Mas você arrebentou
As grades do meu coração
Com poemas de amor

Desculpa! Amor
Este coração inconsciente
Talvez por ele esta carente
Cria historia pra depois ter que sofrer
Desculpa meu amor!
Amo você.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

PESADELO DO AMOR



PESADELO DO AMOR
**(Ducarmo de Assis)
Ontem sonhei contigo
Não me condenes, pois achei ser pesadelo
Estava você se afastando
E meu coração? ah! Meu coração
Invadido pela dor do abandono
Ate tentei te prender te dominar
Mas sem forças! não podia
E quando eu acordei
Percebi naquele instante
Não foi sonho foi real
A minha mente sabia
E estando na minha mente gravado
O fantasma deste amor
Como é que eu poderia
Sonhar sonhos de alegria

ARQUIVO