Translate

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

URSINHO



quinta-feira, 28 de agosto de 2008







Calma...calma...



É só...um recém-nascido .. Filhote de Panda !!!

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Aeroporto de Pequim imagens
que recebi por e-mail
As colunas vermelhas são para lembrar os antigos templos chineses.




Aeroporto de Pequim lindo
Lindo


São 90 lojas, bares, restaurantes e salas de massagem,

tudo para o conforto do passageiro e para o desgaste do bolso.



Elementos da cultura chinesa estão espalhados por todo o aeroporto de Pequim.
Aeroporto de Pequim
Esteira rolante.

Aeroporto de pequim sala de espera pela manhã.

É bom que passe protetor solar com sol num é nada bom

Aeroporto de pequim Sala de espera ao cair da tardinha
Aeroporto de Pequim
Visão aérea. O aeroporto receberá mais de 500 mil vôos por ano.

Aeroporto de pequim Arquitetura inspirada em um dragão, típico da cultura daquele país


Teto em aço com aberturas que garantem uma iluminação interna natural.


Aeroporto de pequim projetado pelos arquitetos britânicos


Estas imagens foram envidas por e-mail.

sábado, 23 de agosto de 2008

terça-feira, 5 de agosto de 2008



SOMBRA DO PASSADO
Hoje remexendo o velho baú encontrei uma carta sua...
Amarelada pelo tempo e mesmo sem querer ler,
Depois de tantas que rasguei para não lembrar a sombra do passado.
Lancei um temeroso olhar sobre aquelas letras que mal dava p/ enxergar
Vi umas frases que dizia.
“Nem o tempo nem a distancia irá separar você de mim. Você é minha vida.”
Fiquei a pensar e refletir por quê?
Se eu era sua vida! Você se afastou de mim meu amor...
Foste tu sim! A minha vida, pois levaste contigo metade de mim...
E a outra metade está vivendo a vagar! A procura de outro amor encontrar.
Meu peito encontra-se esvaziado, levas-te meu precioso objeto de afeição
Hoje minha vida é um tédio tudo é sombra...
Meu pensamento vaga pela a angústia de tua partida.
Resta apenas saudade e desilusão.
Quisera eu encontrar-te, e meu coração restituir
E com outro amor dividir.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

INESQUECIVEL AMOR


Carta a um inesquecível amor
INESQUECÍVEL AMOR.
Perdoa-me por insistir, e dizer tantas vezes que vou te esquecer.
E volto a te escrever.
Por não cumpri a promessa que te fiz de não mais te procurar.
Sinto-me enganada por este coração...
E percebendo a minha insanidade de achar que suas palavras eram belas
e me caiam como melodia...
Puro engano... Eram palavras ásperas e fúteis...
E mesmo assim volto a te escrever, só para sentir um pouco de você...
Para ver o seu sorriso ao longe, e assim aquietar meu coração de vez.
Mas de você tenho só o silencio que se rompe com o som dos teclados,
depois de passar horas pensando se devo novamente reviver o passado.
Ingrato TU ES! Oh doce criatura, pois a cada encontro tudo que você disse destruiu em um breve momento todo o encanto de harmonia, e meu coração ficou despedaçado.
Não encontro mais aquele jovem de palavras doces... Onde estais? Perdeu-se na ilusão.
Pensas tu oh! Doce criatura que deixaria levar-me pelo pecado da carne? Engana-te, pois meu coração só sabe amar e entregar-se por amor... Seja como for! Perdoa-me por ainda alimentar este inesquecível AMOR.
(Ducarmo de Assis)

ARQUIVO