Translate

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

PESADELO DO AMOR



PESADELO DO AMOR
**(Ducarmo de Assis)
Ontem sonhei contigo
Não me condenes, pois achei ser pesadelo
Estava você se afastando
E meu coração? ah! Meu coração
Invadido pela dor do abandono
Ate tentei te prender te dominar
Mas sem forças! não podia
E quando eu acordei
Percebi naquele instante
Não foi sonho foi real
A minha mente sabia
E estando na minha mente gravado
O fantasma deste amor
Como é que eu poderia
Sonhar sonhos de alegria

ARQUIVO