Translate

domingo, 26 de março de 2017


Aprendiz do amor

Hoje estou em desalento
Como todos os dias a tristeza vem
E a saudade bate forte.
No coração o sufoco.
Não posso evitar as lagrimas
Que pouco a pouco molham meu rosto
E esta angustia sei que te perdi.
Sonhos soterrados pelo tempo
Sou aprendiz do amor
Não consigo sanar esta dor
O pior que tenho a certeza.
 Que nunca vou esquecer-me deste amor.

                             Ducarmo de Assis

ARQUIVO