Translate

sexta-feira, 28 de março de 2008

ENSINA-ME A AMAR

ENSINA-ME A AMAR
Ducarmo de Assis
Meu coração machucado
Desanimado cujos sonhos foram levados.
Quero reaprender a amar.
Reabrir meu coração a vida
Ao amor a você! Que não deixa
Eu te esquecer.

Ensina-me a amar a te querer
Oh! Este coração partido
Magoado ferido...
Esta insegurança, este medo de amar!
De ter meu momento mágico
Ao seu lado por medo de sofrer.

Quero te amar? Não sei! Tenho medo.
Medo de amar de me entregar.
Por que o amor vive a nos chamar.
E teima em nos machucar
Ensina-me a amar! a querer
Amar...VOCÊ...




ENCINA-ME AMAR
***Ducarmo de Assis
Meu coração machucado
Desanimado cujos sonhos foram levados.
Quero reaprender a amar.
Reabrir meu coração a vida
Ao amor a você! Que não deixa
Eu te esquecer.
Ensina-me a amar a te querer
Oh! Este coração partido
Magoado ferido...
Esta insegurança, este medo de amar!
De ter meu momento mágico
Ao seu lado por medo de sofrer.

Quero te amar? Não sei! Tenho medo.
Medo de amar de me entregar.
Por que o amor vive a nos chamar.
E teima em nos machucar
Ensina-me a amar! a querer

Amar...VOCÊ


DESEJOS



Desejos
***Ducarmo de Assis
Desejo um dia te ver! te conhecer!
Esta contigo te tocar, olhar teu corpo acariciar.

Desejo está contigo, sentir o seu respirar...
Quero sentir teu calor...E por fim quero te amar...


Desejo você presente não suporto à ausência...
Saciar nossos desejos...
Que só! tem a distanciaTuas caricias,
Teus beijos quero sentir
Teu corpo abraçar, e o virtual acabar.

Desejando ser real, este amor que alucina...
Mergulhar neste prazer...
Oferecer o meu corpo e o teu deliciar,
O meu corpo te deseja meu coração te chama.
Quero amor quero afeto!
Quero ter você bem perto.
E nossos desejos matar.

SAUDADE


SAUDADE.
Por que sinto falta de você?
Por que está saudade?
Eu não te vejo mas imagino suas expressões,
sua voz teu cheiro. Sua amizade me faz sonhar com um carinho,
Um caminhar, a luz d.a lua, a beira mar.
Saudade este sentimento de vazio que me tira o sono
me fazendo sentir num triste abandono,
é amizade eu sei, será amor talvez...
Só não quero perder sua amizade, esta amizade...
Que me fortalece me enobrece por ter você.
***Ducarmo de Assis

ARQUIVO